𝗩𝗒𝗧𝗒 π——π—˜ π—£π—˜π—¦π—”π—₯ – π—™π—”π—Ÿπ—˜π—–π—œπ— π—˜π—‘π—§π—’ 𝗗𝗒 𝗣𝗔𝗗π—₯π—˜ π—π—’π—¦π—˜Μ π—”π—Ÿπ—©π—˜π—₯𝗑𝗔𝗭 π—£π—˜π—₯π—˜π—œπ—₯𝗔 π——π—˜ π—˜π—¦π—–π—’π—•π—”π—₯

O Presidente da Junta de Freguesia do SalΓ£o, SΓ©rgio Gomes, apresentou em nome do PSD, um voto de pesar na Assembleia Municipal da Horta pelo falecimento do Senhor Padre JosΓ© Alvernaz Pereira de Escobar.
O voto apresentado foi aprovado por unanimidade.
𝗩𝗒𝗧𝗒 π——π—˜ π—£π—˜π—¦π—”π—₯
π—™π—”π—Ÿπ—˜π—–π—œπ— π—˜π—‘π—§π—’ 𝗗𝗒 𝗣𝗔𝗗π—₯π—˜ π—π—’π—¦π—˜Μ π—”π—Ÿπ—©π—˜π—₯𝗑𝗔𝗭 π—£π—˜π—₯π—˜π—œπ—₯𝗔 π——π—˜ π—˜π—¦π—–π—’π—•π—”π—₯
Faleceu no passado dia 16 do corrente mΓͺs de abril, com oitenta anos de idade, o Padre JosΓ© Alvernaz Pereira de Escobar, filho de Francisco Pereira de Escobar e de Maria Alvernaz, natural da freguesia do SalΓ£o, do concelho da Horta, onde nasceu a 14 de marΓ§o de 1941.
Frequentou a escola primÑria da freguesia do Salão. Ingressou no SeminÑrio de Angra em setembro de 1953 com apenas doze anos de idade, e foi ordenado sacerdote a 06 de maio de 1965, pelo então Bispo de Angra e Ilhas dos Açores, Reverendíssimo D. Manuel Afonso de Carvalho.
Após a sua ordenação esteve um ano na Sé de Angra e seguidamente, também pelo mesmo período de tempo, foi nomeado pÑroco da freguesia de Calhetas e Cooperador de Rabo de Peixe, na ilha de S. Miguel.
Foi convidado por D. Manuel Afonso de Carvalho, para seu secretÑrio particular, funçáes que desempenhou por um período de cinco anos.
Termina a sua passagem pela ilha de S. Miguel na freguesia da Ribeira Seca, concelho da Ribeira Grande, onde esteve dois anos e meio, atΓ© setembro do ano de 1975.
Em setembro de 1975 regressou ao Faial, tendo sido nomeado pΓ‘roco das freguesias do SalΓ£o e Ribeirinha. Foi ainda convidado a ajudar o Monsenhor Freitas Fortuna nas aulas de Moral e ReligiΓ£o no entΓ£o Liceu Nacional da Horta e mais tarde na Escola PreparatΓ³ria da Horta. Foi tambΓ©m nomeado auditor do Tribunal EclesiΓ‘stico de Angra do HeroΓ­smo, pela ilha do Faial.
Passados seis anos foi novamente nomeado pΓ‘roco para as freguesias do SalΓ£o e Cedros, onde se manteve por mais seis anos.
Em 1988 volta a paroquiar nas freguesias do SalΓ£o e da Ribeirinha mantendo-se atΓ© 1998, ano em que a ilha do Faial, no dia 09 de julho, foi abalada por um forte sismo que destruiu totalmente as igrejas destas duas freguesias.
Após o sismo passou a dedicar-se com o seu reconhecido zelo apenas à paróquia de Nossa Senhora do Socorro, na freguesia do Salão, aos seus paroquianos, às suas instituiçáes e movimentos, tendo-se empenhado com grande entusiasmo e dedicação no processo de construção da nova Igreja Paroquial.
A 12 de setembro de 2020, cessou as suas funçáes na Paróquia do Salão, onde lhe foi prestada a devida homenagem de despedida com o descerramento de uma placa dando seu nome ao edifício de apoio à Igreja.
Assim, os deputados do Grupo Municipal do PSD, ao abrigo das disposiçáes regimentais aplicÑveis, propáem que a Assembleia Municipal da Horta, reunida a 29 de abril, aprove um Voto de Pesar pelo falecimento do Padre José Alvernaz Pereira Escobar, e que do mesmo seja dado conhecimento à sua família, à Paróquia do Salão, ao Ouvidor da Horta, à Diocese de Angra, à CÒmara Municipal da Horta, à Junta de Freguesia do Salão e aos órgãos de comunicação social locais.
Horta, 29 de abril de 2021
179843573_1131934613962892_2453719203906974422_n
fb-share-icon
Scroll to Top