COMUNICADO – GOVERNO NÃO TEM RESPOSTAS PARA GARANTIR AS ACESSIBILIDADES AO FAIAL


O PSD/Faial considera que o governo defraudou os faialenses na visita realizada a esta ilha nos últimos três dias.

ACESSIBILIDADES

O grave problema das acessibilidades, precisamente a questão que mais necessitava de respostas e garantias de Vasco Cordeiro e da sua equipa, ficou como estava, ou seja, sem qualquer garantia do governo.
Os constrangimentos sentidos desde 2015, sobretudo na rota Lisboa-Horta, com cancelamentos frequentes, bagagem deixada atrás e falta de capacidade de carga para exportação de produtos locais, ao invés de se resolverem, repetiram-se já neste mês de Junho, e a época de maior procura ainda nem começou.
Todavia, o governo que sempre negou as necessidades do Faial, da população e dos seus empresários neste domínio, e que diminuiu o número de voos Lisboa-Horta em Julho e Agosto alegando que tínhamos mais voos do que os necessários, presenteou-nos agora com uma explicação caricata: como não tem pilotos suficientes, a SATA pede aos pilotos o favor de voluntariamente aceitarem substituir algum colega indisponível, designadamente para fazer a rota da Horta.
Esta é uma forma inacreditável de gerir qualquer empresa, e por maioria de razão a SATA, uma companhia aérea vital para a mobilidade dos Açorianos, para a coesão territorial e para o desenvolvimento económico e social das nossas ilhas.
Um governo que trabalha desta forma não tem capacidade para exercer a governação dos Açores.

SILENCIAMENTO DOS CIDADÃOS É CONDENÁVEL

O PSD/Faial condena igualmente as peripécias que envolveram a reunião do conselho de ilha com o governo regional, devidamente explicitadas por um conselheiro no decurso da reunião, e a impossibilidade de intervenção da população na parte final da reunião.
O silenciamento dos cidadãos nos momentos organizados pelo governo não é aceitável e merece o veemente repúdio do PSD/Faial.

ASPETOS POSITIVOS

A título positivo, destacamos a inauguração do Centro de Dia dos Flamengos e a ampliação do jardim botânico.
A aposta em melhores equipamentos sociais deve ser uma das prioridades da governação, e o investimento realizado no Centro Comunitário do Divino Espírito Santo merece o total apoio do PSD do Faial.
No mesmo sentido, a beneficiação do jardim botânico do Faial é uma concretização que se regista com agrado, considerando os seus objetivos a nível de conservação da natureza, educação ambiental e atratividade como ponto turístico.
Relativamente a outros projetos anunciados, alguns dos quais integram os manifestos eleitorais do Partido Socialista há duas décadas, acompanharemos o seu desenvolvimento até que seja assegurada a sua concretização.

Horta, 28 de junho de 2019

A Comissão Política de Ilha

65625972_646749785814713_7988735996302721024_n