COMUNICADO – PSD/FAIAL CONSIDERA ABSOLUTAMENTE INACEITÁVEL DIMINUIÇÃO DE LUGARES NA LIGAÇÃO LISBOA-HORTA


COMUNICADO

PSD/FAIAL CONSIDERA ABSOLUTAMENTE INACEITÁVEL DIMINUIÇÃO DE LUGARES NA LIGAÇÃO LISBOA-HORTA

A ilha do Faial e o Triângulo têm sido severamente penalizados ao longo dos últimos anos pela incapacidade da SATA e do Governo Regional dos Açores em assegurar um serviço de transporte aéreo em sintonia com as reais necessidades destas ilhas.

Desde 2015, as populações do Faial e do Triângulo, o seu tecido empresarial e as perspetivas de desenvolvimento destas ilhas foram intensamente condicionadas pelas acessibilidades, designadamente pelos frequentes cancelamentos, atrasos constantes, bagagem deixada atrás, falta de lugares e abandono dos passageiros à sua sorte, sem o acompanhamento e apoio que se exigem à companhia aérea.

Na rota Lisboa-Horta, em 2014, a TAP realizou 14 ligações semanais nos meses de julho e agosto, precisamente os que registam maior procura, mas o governo e a Sata têm desvalorizado esta ligação e reduziram substancialmente o número de voos. Em 2018, a Sata/Azores Airlines realizou apenas 10 ligações semanais no mesmo período, e entre os dias 24 de agosto e 13 de setembro a população faialense ficou 21 dias consecutivos impedida de sair da ilha para Lisboa por não haver lugares disponíveis.

A carta que a Sata enviou aos faialenses em jeito de manifesto eleitoral, paga com o dinheiro dos contribuintes, e que declarava a disponibilidade para aumentar a oferta se houvesse procura, foi mais uma promessa à população desta ilha que ficou por cumprir.

Em 2019, apesar das posições públicas e das diligências do PSD e de outras forças vivas da ilha do Faial, bem como da sociedade civil desta ilha, no sentido da reposição, no mínimo, das 14 ligações semanais entre Lisboa e a Horta nos meses de julho e agosto, o governo e a companhia aérea regional teimaram na manutenção dos 10 voos, e o condicionamento do Faial e do Triângulo ao nível das acessibilidades aéreas manteve-se.

O PSD/Faial reforça a necessidade de, no mínimo, serem repostas as 14 ligações semanais entre Lisboa e a Horta nos meses de julho e agosto.

Assim, classificamos como absolutamente reprovável a eventual diminuição de lugares nas ligações entre Lisboa e a Horta, bem como entre Lisboa e o Pico, para os meses de junho, julho, agosto e setembro de 2020.

A consulta no site da SATA permite verificar que nestes meses, na rota Lisboa-Horta, se prevê a manutenção de apenas 10 ligações semanais, e que 9 destas ligações são operadas pela Hifly com uma aeronave A319, cujo modelo de capacidade máxima transporta apenas 150 passageiros e 75 toneladas de carga. Ainda que as nove ligações sejam realizadas com este avião, representa menos 15 lugares e menos 1500kg de carga por voo.

Há uma diminuição total de 4860 lugares para o Faial e 7410 lugares para o Triângulo.

Diminuição de 51000 kg de carga entre o Faial e Lisboa, agravando a já deficitária capacidade de exportação de produtos locais, nomeadamente de produtos frescos.

O PSD/Faial considera inaceitável este planeamento e vai solicitar a todos os seus representantes, nos vários órgãos políticos em que têm assento, a realização de todas as diligências para alterar o planeamento apresentado e reforçar a acessibilidade ao Faial e ao Triângulo.

88217505_832046620618361_2774119135968231424_o