Conselho de Ilha aprova deliberação do PSD sobre a 2.ª fase da obra de reordenamento do Porto da Horta


61625149_626648424491516_1443529724977479680_n

O Conselho de Ilha do Faial aprovou a deliberação do PSD local sobre a 2.ª fase da obra de reordenamento do Porto da Horta, exigindo uma decisão devidamente ponderada que não comprometa o futuro do Porto.

Para o PSD/Faial, o Porto e a Baía da Horta são “fundamentais para o desenvolvimento económico e turístico da ilha do Faial”, sendo que “a cidade da Horta é conhecida como a “Cidade Mar” e como tendo uma das mais belas baías do Mundo”, referem.

“Encurtar a obra da 1.ª fase do reordenamento do porto da Horta, mudando o ângulo de orientação do molhe norte, à conta de razões de ordem economicista, trouxe-nos danos irreparáveis”, disse a conselheira Susete Amaro, que é também líder da bancada municipal social democrata.

Por isso, a deliberação apresentada reivindica ao Governo Regional e à empresa Portos dos Açores “que promovam, o mais breve possível, os estudos considerados necessários para aferir o impacto da obra ocorrida no molhe norte”.

O documento reclama ainda “que se estude a movimentação e a renovação das águas na área fechada da bacia sul para a segunda fase da obra”, pois “essa segunda fase já vai na sua terceira versão, e que parece ainda não reunir o consenso alargado dos agentes utilizadores do Porto da Horta, como tem sido amplamente noticiado”, relembra Susete Amaro.

Os social democratas faialenses defendem que se deve “avançar de imediato com todas as obras previstas em terra”.

A proposta de deliberação foi aprovada por maioria, com 8 votos a favor e 6 contra, tendo contado com os votos contra dos conselheiros e autarcas do Partido Socialista.