HORTA. VEREADORES DO PSD APRESENTAM PROPOSTAS PARA A REVITALIZAÇÃO DA ECONOMIA


Os vereadores do PSD eleitos pela coligação “Acreditar no Faial” apresentaram um conjunto de propostas, demostrando a sua preocupação face aos constrangimentos causados pela Covid-19 no setor empresarial da ilha.

Na primeira reunião de câmara presencial após o período de confinamento, Carlos Ferreira, Estêvão Gomes e Sandra Goulart apresentaram novas medidas para minimizar os prejuízos e ajudar na recuperação comercial e económica do Faial.

Antes disso, questionaram o presidente da câmara sobre o Fundo de Dinamização Empresarial, criado a 3 de abril, “em torno do qual ainda não existem medidas concretas, apenas intenções”, consideram.

Uma das medidas propostas pelos social democratas foi a implementação de um programa de incentivo à criação de esplanadas, comparticipado em 50% pelo município ao abrigo do Fundo de Dinamização Empresarial, e associado a um regime excecional de ocupação da via pública, de forma controlada e segura, com a premissa de que as esplanadas não só potenciam a atratividade do espaço, como constituem também uma mais-valia no atendimento ao público, por facilitarem o cumprimento da regra de distanciamento social.

No que concerne à restauração, os vereadores da oposição propõem que a autarquia promova “um evento gastronómico onde os restaurantes serão convidados a apresentar uma ementa renovada e baseada em produtos locais”.

Segundo Sandra Goulart, “esta seria uma forma de dinamizar o setor da restauração e ao mesmo tempo aliar a valorização da produção local”.

Para incentivar as compras no comércio tradicional, os vereadores propõem também a realização de um sorteio, “com prémios atribuídos pela autarquia, uma medida que não é nova, mas é de fácil e rápida aplicabilidade e criará incentivo ao consumo no comércio tradicional”, referem.

O setor turístico não ficou esquecido e, pertencendo a Câmara Municipal da Horta à Associação de Municípios do Triângulo, os vereadores propõem que as seis autarquias que a integram desenvolvam “uma campanha conjunta para estimular o turismo entre as ilhas do Faial, Pico e São Jorge num programa de natureza “Turismo cá dentro”.

Para Carlos Ferreira, Estêvão Gomes e Sandra Goulart, “a iniciativa colocará em evidência diferentes áreas ligadas direta ou indiretamente ao turismo, como o alojamento local, a restauração, o comércio, empresas marítimo-turísticas ou de aluguer de automóveis, entre outras”.

Os vereadores da oposição questionaram ainda o presidente da câmara sobre a conclusão das obras da Frente-Mar, “que também afetam a afluência e faturação de alguns estabelecimentos, frisando que, quer nas referidas obras, quer no apoio à economia da ilha. É tempo de agir”, defendem.

As propostas em apreço dão sequência ao conjunto de medidas que os vereadores do PSD eleitos pela coligação “Acreditar no Faial” haviam já apresentado, nomeadamente no pacote de medidas que o município aprovou a 3 de abril, e visam contribuir de forma construtiva para a ação do município no contexto da Covid-19 e das medidas necessárias para ajudar as pessoas e as empresas a vencer a pandemia em todas as suas dimensões.

103337463_901127090376980_5294297892904497995_n