PSD/FAIAL: 2019 DEVE SER ANO DE AMBIÇÃO PARA OS FAIALENSES


psd fO ano de 2018 terminou sem que os problemas que têm condicionado o desenvolvimento da ilha do Faial tenham sido resolvidos.

As dificuldades nas acessibilidades aéreas mantiveram-se, pelo quarto ano consecutivo; a rede viária continua num estado de acentuada degradação, quer a regional, quer a municipal; as dificuldades no acesso a cuidados de saúde especializados continuam no centro das preocupações da população; e mantém-se também o quadro de falta de oportunidades e de criação de emprego.

A resolução destes e de vários outros problemas não se consegue fazer num dia, nem num mês, exige tempo, mas exige também uma nova ambição, uma nova dinâmica, e pessoas que coloquem os interesses do Faial à frente do seu próprio bem-estar.

O PSD do Faial, não estando na governação, quer do município, quer da região, assume plenamente o seu compromisso com os faialenses e vai trabalhar ao longo de todo o ano para corrigir injustiças, para fomentar o desenvolvimento da nossa ilha e para criar condições de geração de emprego e oportunidades para todos, em especial para os mais jovens.

Entendemos que 2019 é um ano decisivo no cumprimento das promessas e das recentes iniciativas parlamentares relativas à ampliação da pista do aeroporto da Horta, aspiração legítima da nossa população, que tem mobilizado fortemente a sociedade civil faialense e que não deixaremos cair politicamente.

Este deverá ser também o ano para corrigir a qualidade do serviço que a SATA tem prestado ao Faial, para garantir o acesso de todos os que precisam a cuidados de saúde adequados, e para iniciar a recuperação das estradas da ilha, incluindo os caminhos agrícolas, uma exigência que o PSD vem fazendo há vários anos e que se mostra cada vez mais urgente.

O ano de 2019 é para o PSD um ano de ambição, para resolver estes e outros problemas e para melhorar a qualidade de vida no Faial.

A nível regional, o quadro não é mais risonho. Mais de 31% dos açorianos vivem em risco de pobreza, o setor público empresarial está na falência e os escândalos da governação vão-se sucedendo, como o caso da ARRISCA ou do desvio do helicóptero nas evacuações médicas.

O Faial e os Açores precisam de novos protagonistas e de novas políticas, a favor das pessoas, da coesão territorial e do desenvolvimento da nossa ilha e da região, e por isso também no panorama regional daremos o nosso contributo, Rumo à Vitória.

Um Feliz 2019 para todos!!!