Voto de Pesar pelo falecimento de Carlos Manuel de Castro Goulart


Carlos Manuel de Castro Goulart, nasceu a 25 de Fevereiro de 1944, natural da freguesia da Matriz, ilha do Faial, faleceu no passado dia 12de Novembro em Lisboa, onde se encontrava a residir atualmente, deixando de luto toda a família e amigos.

Terminou o 3º Ciclo dos Liceus frequentando de seguida o curso de Administração e Gestão de Empresas. Para além deste, frequentou ainda os cursos de Marketing do Instituto de Aperfeiçoamento Técnico Acelerado e de Mediador de Seguros. Mais tarde, obteve formação na área de vendas da empresa do qual foi gerente.

Carlos Goulart, como era mais conhecido, apresentava uma vasta experiência nas mais diversas áreas, adquirida ao logos de vários anos, como sejam, distribuição alimentar, materiais de construção, na qualidade de armazenista e retalhista, ferragens, mobiliários, máquinas e ferramentas, equipamentos de escritório, eletrodomésticos, tintas e produtos químicos, pneus e baterias, concessionário automóvel, seguros, aluguer de automóveis, entre outras.

Como profissional, foi gerente do Grupo Teófilo, SA, composto pelas empresas Teófilo, S.A. e SIFAL, S.A., (Sociedade Industrial Faialense) ultrapassando uma centena de funcionários nos seus quadros. Durante vários anos, estas empresas foram cotadas entre as cem maiores empresas dos Açores.

Foi ainda Gerente Executivo da OPERTRI-Sociedade de Operações Portuárias, Lda., e posteriormente Presidente do Conselho de Gerência, tendo sido sócio fundador da TTL, empresa que deu origem à OPERTRI.

Foi Presidente da Assembleia Geral da Administração dos Portos do Triângulo e Grupo Ocidental, S.A.

Membro executivo do Conselho Regional de Concertação Social e Administrador da Açortur, S.A., empresa proprietária do Hotel Fayal e na altura concessionária da Estalagem de Santa Cruz e do bar do Aeroporto da Horta. Mais recentemente pertenceu aos Órgãos Sociais do Grupo Investaçor.

Foi ainda mediador de seguros da Império Bonança – Companhia de Seguros, S.A., da Fidelidade – Companhia de Seguros, S.A. e da Açoriana de Seguros.

Em termos associativos, foi membro da Comissão encarregue da transformação do antigo Grémio do Comércio em Associação Comercial e Industrial do Distrito da Horta.

Foi Vogal do Conselho Fiscal, Vice-Presidente e Presidente da Direção da Câmara do Comércio e Industria da Horta. Cumulativamente, foi Secretário da Direção da Câmara do Comércio e Industria dos Açores e Vogal do Conselho Regional de Concertação Social.

Foi Presidente da Direção da Sociedade Amor da Pátria.

Foi Presidente da Direção do Clube Naval da Horta, sendo até à data do seu falecimento, membro do Conselho Geral da Instituição.

Foi ainda membro do Rotary Club da Horta, sendo Past-President, tendo obtido o galardão “Paul Harris” pelos serviços prestados à comunidade.

Ficará para sempre entre os Faialenses como um empresário de luta e de trabalho.

Toda a sua dedicação e o seu exemplo fundam o presente Voto de Pesar pelo seu falecimento. Ao abrigo das disposições regimentais aplicáveis, os deputados do Grupo Municipal do PSD/CDS-PP/PPM, propõe a aprovação deste Voto de Pesar pelo falecimento de Carlos Manuel de Castro Goulart, e que deste seja dado conhecimento à sua família e aos órgãos de comunicação social.

 Horta, 27 de Dezembro de 2013