Voto Pesar pelo falecimento de Alberto Romão Madruga da Costa


Faleceu no passado dia 14 de novembro, no Hospital de Ponta Delgada onde se encontrava internado e vítima de doença prolongada, Alberto Romão Madruga da Costa, com 74 anos de idade.

Alberto Romão Madruga da Costa, nasceu a 15 de Abril de 1940 na cidade da Horta. Frequentou o Liceu Nacional da Horta e o Liceu Nacional de Ponta Delgada e, posteriormente a Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e de Coimbra, onde fez o 4º ano da licenciatura em Filologia Germânica.

Bancário de profissão, foi gerente da Agência da Horta do Banco Português do Atlântico, atual Banco Comercial Português.

Foi Diretor do Jornal Correio da Horta e Vogal da Comissão Administrativa da Câmara Municipal da Horta. Foi ainda Presidente da Comissão Administrativa da Junta Geral do Distrito Autónomo da Horta, em 1975/1976.

Pouco depois do 25 de Abril de 1974, Alberto Romão Madruga da Costa envolveu-se na vida política ativa através do então Partido Popular Democrático, tendo conjuntamente com outros açorianos desempenhado um importante papel na criação e estruturação do enquadramento da Autonomia dos Açores no quadro jurídico do País, sendo por isso um dos pais da autonomia regional.

Ao longo da sua vida pública veio a desempenhar os mais altos cargos políticos da Região Autónoma dos Açores:

Foi eleito Deputado Regional pelo círculo do Faial nas I, II, III, IV, V e VI Legislaturas da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores (ALRAA) e, por diversas vezes, foi Presidente do Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata.

Por duas vezes ocupou a Presidência do Parlamento Açoriano, entre 1978 e 1979, e entre 1991 e 1995.

Em setembro de 1979 tomou posse do cargo de Secretário Regional dos Transportes e Turismo.

Em outubro de 1995, por resignação de João Bosco da Mota Amaral, foi empossado no cargo de Presidente do Governo Regional dos Açores, função que exerceu até novembro de 1996, tornando-se assim a segunda pessoa a ser Presidente deste órgão regional e o primeiro Faialense a desempenhar tais funções.

Foi ainda membro do Comité das Regiões da União Europeia e Vice-Presidente da Comissão das Ilhas da Conferência das Regiões Periféricas Marítimas da Europa.

Por inerência de funções de Presidente do Governo Regional foi Conselheiro de Estado, Vogal do Conselho Superior da Defesa Nacional, do Conselho Superior de Segurança Interna e do Conselho Superior de Informações.

Foi agraciado em junho de 1995 pelo Presidente da República, Mário Soares, com a Grã-Cruz da Ordem do Mérito. Em sessão plenária de 11 de maio de 2006, por deliberação unânime da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, foi-lhe atribuída a Insígnia Autonómica de Valor. A 19 de janeiro de 2010 foi condecorado pelo Presidente da República, Cavaco Silva, com a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique.

Na sua vida partidária no PSD foi Vice-Presidente da Comissão Politica  Regional de 1990 a dezembro de 1995, Presidente da Comissão Politica da Ilha do Faial e Presidente da Mesa da Assembleia de Ilha e ainda por diversas ocasiões Presidente da Mesa do Congresso do Partido Social Democrata nos Açores.

Foi nomeado administrador não executivo da EDA – Empresa de Eletricidade dos Açores e presentemente era Presidente da Mesa da Assembleia Geral da Santa Casa da Misericórdia da Horta e Vice-Presidente da Direção do Nucleo Cultural da Horta.

Tendo em conta os bons serviços prestados à Região, a sua participação cívica na vida da comunidade e o amor profundo que nutria pela sua Ilha do Faial, os deputados da Assembleia Municipal da Horta, reunidos em sessão ordinária do dia 26 de novembro, propõem a aprovação de um voto de pesar pelo falecimento de Alberto Romão Madruga da Costa, um Faialense que dignificou este Concelho e a Região e que do mesmo se dê conhecimento à sua família, ao Governo Regional dos Açores, à Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, aos órgãos regionais do Partido Social Democrata e aos órgãos de comunicação social.

 

Paços do Concelho da Horta, 26 de novembro de 2014

Os Deputados da Assembleia Municipal da Horta